Bem-vindo ao blog da Magna Sistemas!

Transformação Digital que vai além da Inovação

Zeladoria Urbana: o processo-chave para a implantação de uma cidade inteligente

Zeladoria Urbana: o processo-chave para a implantação de uma cidade inteligente

Descubra os desafios e as vantagens de se implementar tecnologias de Smart Cities para a zeladoria urbana das cidades

Em síntese, é o cuidado para manter tudo funcionando: desde tampar algum buraco na rua até a administração dos recursos a serem destinados aos órgãos públicos locais, por exemplo.

Os desafios da Zeladoria Pública

Se controlar uma casa é complicado, já dá para imaginar que gerenciar uma cidade inteira é uma tarefa cheia de desafios. Afinal de contas, estão em jogo, ações como:

• Definir o que é prioridade na manutenção da cidade;
• Estabelecer onde e como os recursos financeiros serão aplicados;
• Organizar a participação dos moradores, avaliando suas reinvindicações de forma efetiva;
• Integrar os dados fornecidos por diferentes fontes e equipes, de Quem já experimentou cuidar de uma casa sabe que sempre há alguma coisa a se fazer: organizar as contas, pagar os boletos, fazer pequenos reparos, abastecer a despensa…

Enfim: gerenciar um lar é um desafio e tanto.

Agora, imagine administrar uma cidade, com milhares – ou milhões – de habitantes, ruas, árvores, contratos, serviços etc. Parece impossível organizar e controlar tudo?

Mas não é bem esse o caso, se a cidade contar com uma boa estrutura de Zeladoria Urbana.

O que é Zeladoria Urbana, afinal?

Indo direto ao ponto, a Zeladoria Urbana é o serviço de gerenciar, avaliar e realizar os serviços necessários para a administração da cidade. Normalmente, estes serviços são divididos por regiões – sobretudo nos centros urbanos de grande porte -, como ferramentas que se integram à gestão local completa.

As ações podem ir de pequenos reparos e manutenções preventivas até a análise efetiva de soluções mais complexas, que avaliam toda a rotina da cidade.

Em síntese, é o cuidado para manter tudo funcionando: desde tampar algum buraco na rua até a administração dos recursos a serem destinados aos órgãos públicos locais, por exemplo.

Os desafios da Zeladoria Pública

Se controlar uma casa é complicado, já dá para imaginar que gerenciar uma cidade inteira é uma tarefa cheia de desafios. Afinal de contas, estão em jogo, ações como:

  • Definir o que é prioridade na manutenção da cidade;
  • Estabelecer onde e como os recursos financeiros serão aplicados;
  • Organizar a participação dos moradores, avaliando suas reivindicações de forma efetiva;
  • Integrar os dados fornecidos por diferentes fontes e equipes, de uma forma que permita o real monitoramento do ambiente;
  • Garantir que todos os dados e recursos sejam administrados com segurança, confiabilidade e eficiência.

Os desafios da Zeladoria Urbana, portanto, influem diretamente no andamento da cidade. Um processo de administração com falhas pode levar ao desperdício de dinheiro público, lentidão ao atendimento da população e o agravamento de problemas no funcionamento dos serviços aos cidadãos.

Zeladoria Urbana e as Cidades Inteligentes

Com as cidades cada vez maiores e mais complexas, é essencial que a administração pública conte com uma política de zeladoria urbana contínua, eficiente, eficaz e transparente.

Ao adotar os processos de Zeladoria, as cidades ganham condições para a redução de custos orçamentários, além de simplificar a gestão e manutenção dos ativos do município.

Mas é fato que os desafios para a integração e organização desses ambientes continuam existindo – e é aí, no caso, que a aplicação de novas tecnologias tem tudo para fazer a
diferença.

A implementação de tecnologias de Smart Cities para a zeladoria pública da cidade permite que os gestores, prefeitos e conselhos construam Cidades Inteligentes verdadeiramente à disposição dos cidadãos. Com esses recursos, a administração pública pode realizar diversas ações de monitoramento, por meio de um Centro de Controle Inteligente (CCI), que integre todos os principais serviços locais.

Alguns dos pontos otimizados pelo CCI na zeladoria pública da cidade são:

  • Controle e utilização dos ativos urbanos
  • Qualidade de serviços
  • Processo orçamentário
  • Avaliação dos provedores externos, de níveis de serviços, atividades da zeladoria da cidade, entre outros
  • Transparência e o relacionamento com o cidadão
  • Compartilhamento de informações entre os diferentes atores envolvidos como gestores da cidade, provedores de serviço e cidadão
  • Visibilidade de todos os processos da zeladoria na cidade
  • Inteligência e feedback imediato sobre a captura da demanda e prazo de execução

Por exemplo: é possível instalar chip de identificação de árvore, qualidade do ar, padrões de tráfego, falhas de iluminação, vazamento de água e muito mais, garantindo maior eficiência estratégica e a melhor aplicação dos investimentos.

Quais são as Tecnologias para a Zeladoria Urbana?

O avanço da TI no mundo atual está em todos os lugares. Tecnologias emergentes como automação, aprendizado de máquina e Internet das Coisas (IoT), por exemplo, estão ganhando espaço e já podem ser usadas para a criação das cidades inteligentes.

Essas ferramentas podem ajudar a integrar recursos já existentes, ligando estruturas legadas a uma nova Era da Informação. Entre as opções, podemos destacar:

  • Monitoramento de câmeras de segurança, identificando áreas mais vulneráveis da cidade;
  • Acompanhamento do trânsito nas vias, com acompanhamento em tempo real de acidentes ou bloqueios;
  • Identificação de falhas de iluminação, coleta de lixo ou surgimento de buracos nas calçadas e ruas;
  • Avaliação ativa dos sistemas de saneamento básico;
  • Acompanhamento do sistema de transporte.

Existem centenas de opções para melhorar a Zeladoria Urbana, com o acompanhamento diário da cidade, e a melhoria prática dos serviços e condições oferecidas aos cidadãos.

As Cidades Inteligentes estão crescendo e as oportunidades surgindo a cada dia.

 

Pronto para saber mais sobre as novidades das Smart Cities? Para ficar por dentro de tudo que acontece nas cidades inteligentes, acompanhe o blog da MAGNA SISTEMAS

Magna Sistemas