Bem-vindo ao blog da Magna Sistemas!

Transformação Digital que vai além da Inovação

Smart Buildings: Economia, eficácia e segurança

Smart Buildings: Economia, eficácia e segurança

 

Conheça os pilares dos Prédios Inteligentes e suas inovações para a gestão do patrimônio imobiliário

Nos últimos anos, diversas tecnologias têm entrado no mercado com força total para trazer soluções e beneficiar pessoas, lugares e o meio ambiente.

Segundo um estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) publicado em 2007, os edifícios são responsáveis por cerca de 30% das emissões de gases que provocam o aquecimento global. Nas grandes metrópoles, a população chega a passar mais de 80% de seu tempo dentro de prédios. Sem contar o custo com a manutenção de edifícios que também costuma ser o segundo maior dentro de uma empresa. A lista mal começou e já é possível ver porque os Smart Buildings chegaram para ficar.

Prédios inteligentes são construções que utilizam recursos tecnológicos para serem mais independentes e sustentáveis, contando com a automatização de funções e segurança com tecnologia de ponta. Estes processos geram economia desde o início do projeto de engenharia até a fase final de abastecimento de serviços.

Estes recursos suportam a criação de uma rede de gerenciamento para análises sistematizadas dos imóveis, sejam eles: próprios, em processo de aquisição, de construção ou locados.

A gestão é dividida em seis frentes:

  • Gerenciamento de locações e contratos
  • Gerenciamento de projetos
  • Gerenciamento de espaço
  • Gerenciamento de operação
  • Gerenciamento ambiental
  • Aplicação das funcionalidades – Integração

Estas tecnologias viabilizam diversos tipos de upgrades, que além de diminuir custos melhoram a experiência no ambiente.

Integrando a planta baixa CAD a este sistema, pode-se analisar visualmente a demanda e a disponibilidade de espaço, medir e relatar os custos de ocupação, movimentação e serviços. Analistas e gestores podem reduzir a quantidade de espaço vago, prevendo e entregando requerimentos para suportar os objetivos dos negócios.

Através de um centro de controle integrado, informações são coletadas por sensores IoT e assim é possível definir limiares e alertas de consumo de energia, reduzindo o uso. O descarte adequado de lixo e a emissão de gases de efeito estufa também podem ser controlados facilmente através deste sistema de gerenciamento.

Adaptar-se e atualizar sistemas é de longe a melhor opção para que gestores e empresários possam ser flexíveis e continuem a sustentar uma estrutura que suporte o volume de dados, a eficiência e a eficácia que o avanço tecnológico demanda, cada vez mais.

Para saber como implantar a tecnologia de Smart buildings no seu negócio, entre em contato e fale com um de nossos especialistas!

Magna Sistemas